Modelo Multissistémico de intervenção com Famílias em Risco ou Perigo

Preservação

Modelo Multissistémico de intervenção com Famílias em Risco ou Perigo

A investigação tem demonstrado que a colocação das crianças em acolhimento residencial tem um forte impacto negativo ao longo da vida. Deste modo, a preservação familiar deverá ser o objetivo central do sistema de proteção da criança, como preconizado na Lei de Crianças e Jovens em Perigo. Na impossibilidade de proteger a criança na sua família, o sistema pode optar por medidas de colocação, e, neste caso, o foco da intervenção deverá ser na potenciação de reunificações bem-sucedidas, uma vez confirmada esta possibilidade de forma consistente e sustentada.

Potenciar a preservação da criança no seu meio natural de vida, através do desenvolvimento, implementação e estudo de eficácia de um Modelo de Intervenção Multissistémica com Famílias Sinalizadas por Parentalidade de Risco ou Perigo.

Ana Polido (coord.) | SCML – UIF
Isabel Gomes (coord.) | SCML – UIF
Isabel Narciso (coord.) | FP-UL Lisboa (Coord.)

Diogo Soares | ProChild CoLAB
Filipa Gonçalves | SCML – UIF
Joana Montez | SCML – UIF
Lúcia Paço | ProChild CoLAB (até agosto 2020)
Margarida Pita | SCML – UIF
Mariana Barata | ProChild CoLAB
Mariana Fernandes | ProChild CoLAB
Raúl Martins | ProChild CoLAB (até julho 2020)

Modelo Multissistémico de intervenção com Famílias em Risco ou Perigo
Partilhar
Voltar ao topo