Áreas Estratégicas

Áreas Estratégicas

O ProChild CoLAB organiza-se em torno de duas grandes áreas: a) Área de Intervenção Social; b) Área de Desenvolvimento Tecnológico. A área de Intervenção Social inclui quatro eixos estratégicos, cada um dos quais com projetos específicos, implementados em territórios específicos: (1) Saúde e Bem-estar; (2) Desenvolvimento e Educação; (3) Participação Social, Cidadania e Igualdade De Género; (4) Proteção Contra A Violência, Exploração, Abuso E Negligência. Estes eixos articulam-se com uma área estratégica transversal de desenvolvimento e inovação tecnológica, nos domínios da Tecnologia Digital e da Nanotecnologia.

Saúde e Bem-Estar

Desenvolvimento de projetos que promovam cuidados de saúde pública pré e neonatal, saúde mental infantil, relações parentais, atuando também ao nível da nutrição infantil e atividade física.

Desenvolvimento e Educação

Desenvolvimento de projetos de intervenção precoce baseados numa nova abordagem educacional para crianças dos 0-3 anos, bem como projetos que promovam o desempenho escolar e o desenvolvimento de competências sociais em crianças em idades pré-escolar e escolar.

Participação Social, Cidadania e Igualdade de Género

Desenvolvimento de iniciativas e projetos que impulsionem o envolvimento de crianças e adultos na conceção conjunta de projetos arquitetónicos, urbanísticos, sociais e educacionais inovadores.

Proteção Contra a Violência, Exploração, Abuso e Negligência

Desenvolvimento de projetos que aumentem a qualidade do sistema de Proteção da Criança através de novos modelos de avaliação e intervenção, ao nível do acolhimento familiar, reunificação familiar e adoção, de forma a promover políticas públicas que garantam a proteção e o bem-estar da criança.

Tecnologia Digital

Desenvolvimento de ferramentas e dispositivos digitais específicos, bem como de uma plataforma digital suportada por uma infraestrutura de Big Data, com mecanismos de segurança da informação e Big Data Warehouse para suportar técnicas de Machine Learning e Data Mining, e desenvolvimento de um Centro de recursos para avaliação e intervenção.

Nanotecnologia

Desenvolvimento de tecnologia de biossensores portáteis que permitem a recolha de fluídos corporais de forma não ou minimamente invasiva, para deteção de biomarcadores e definição de perfis clinicamente relevantes, e desenvolvimento de soluções computacionais integrativas para avaliação de risco infantil.

Voltar ao topo