Acolhimento Familiar – Modelo de Avaliação e Intervenção

Acolhimento Familiar

Modelo de Avaliação e Intervenção

Isabel Pastor | SCML (Coord.)
Isabel Soares| UMinho (Coord.)
Helena Grangeia | ProChild CoLAB
Joana Baptista | ISCTE-IUL
Leonor Bettencourt Rodrigues | ProChild CoLAB
Mariana Negrão | Universidade Católica Portuguesa
Stephanie Alves | ProChild CoLAB

O paradigma do acolhimento de crianças e jovens em perigo em Portugal  está fortemente ancorado na modalidade de acolhimento coletivo em casas  e com cuidados assegurados por profissionais. Esta resposta não privilegia  o direito da criança a crescer e desenvolver-se em contexto familiar,  com cuidados individualizados e num ambiente de afeto e promotor da  construção de vínculos.

Desenvolver um modelo de avaliação e intervenção em acolhimento familiar, cientificamente  validado e sustentável, a ser replicado a nível nacional, no sentido de criar condições  para o que está preconizado na Lei de Crianças e Jovens em Perigo.

  • Revisão de investigação sobre: 1) avaliação de candidatos, 2) formação inicial e contínua; e 3) processo de matching criança e família de acolhimento.
  • Definição de princípios chave do modelo de avaliação e intervenção em acolhimento familiar: 1) Juízo profissional estruturado; 2) Multiplicidade de perfis de famílias de acolhimento; 3) Triagem progressiva.
  • Definição das etapas do modelo de avaliação e intervenção e dos critérios mínimos para seleção progressiva dos candidatos, através de um trabalho colaborativo e de co-construção com a equipa técnica do acolhimento familiar.
  • Co-construção de protocolos de avaliação com a equipa técnica:
  • – avaliação de candidato/as a família de acolhimento – dimensões, instrumentos  e procedimento;
  • – formação inicial de candidato/as – conceptualização, mensagens-chave,  conteúdos, metodologias e ferramentas de formação;
  • – definição de perfis de criança e de famílias de acolhimento e de critérios para suporte ao matching;
  • – acompanhamento de famílias de acolhimento em exercício.
Acolhimento Familiar – Modelo de Avaliação e Intervenção
Partilhar
Voltar ao topo